Ideia livre

Para escrever "o que der na telha"

Para o amigo Landulpho Neto: “Cansei, vou votar no Serra!”

with 4 comments

Meu amigo Landulpho Neto vai votar no Serra. Ele enxerga muito bem a diferença entre os petistas (socialistas) e os tucanos  (da economia de mercado) como duas vertentes completamente opostas. Assim, para dar força a sua posição, faço minhas as palavras do Augusto Pinheiro, que mandou o texto abaixo para o jornalista Luis Nassif. “Cansei, vou votar no Serra”, seguem os motivos:

Desculpem amigos, vou votar no SERRA. “Cansei…Basta”! Vou votar no Serra, do PSDB. Cansei de ir ao supermercado e encontrá-lo cheio. O alimento está barato demais. O salário dos pobres aumentou, e qualquer um agora se mete a comprar carne, queijo, presunto, hambúrguer e iogurte.

Cansei dos bares e restaurantes lotados nos fins de semana. Se sobra algum, a gentalha toda vai para a noite. Cansei dessa demagogia. Cansei de ir em Shopping e ver a pobreza comprando e desfilando com seus celulares.

O governo reduziu os impostos para os computadores. A Internet virou coisa de qualquer um. Pode? Até o filho da manicure, pedreiro, catador de papel, agora navega…

Cansei dos estacionamentos sem vaga. Com essa coisa de juro a juro baixo, todo mundo tem carro, até a minha empregada. ” É uma vergonha! “, como dizia o Boris Casoy. Com o Serra os congestionamentos vão acabar, porque como em S.Paulo, vai instalar postos de pedágio nas estradas brasileiras a cada 35 km e cobrar caro.

Cansei da moda banalizada. Agora, qualquer um pode botar uma confecção. Tem até crédito oferecido pelo governo. O que era exclusivo da Oscar Freire, agora, se vende até no camelô da 25 de Março e no Braz.

Vergonha, vergonha, vergonha… Cansei de ir em banco e ver aquela fila de idosos no Caixa Preferencial, todos trabalhando de office-boys.

Cansei dessa coisa de biodiesel, de agricultura familiar. O caseiro do meu sítio agora virou “empreendedor” no Nordeste. Pode? Cansei dessa coisa assistencialista de Bolsa Família. Esse dinheiro poderia ser utilizado para abater a dívida dos empresários de comunicação (Globo, SBT, Band, RedeTV, CNT, Fôlha SP, Estadão, etc.). A coitada da “Veja” passando dificuldade e esse governo alimentando gabiru em Pernambuco. É o fim do mundo.

Cansei dessa história de PROUNI, que botou esses tipinhos, sem berço, na universidade. Até índio, agora, vira médico e advogado. É um desrespeito… Meus filhos, que foram bem criados, precisam conviver e competir com essa raça.

Cansei dessa história de Luz para Todos. Os capiaus, agora, vão assistir TV até tarde. E, lógico, vão acordar ao meio-dia. Quem vai cuidar da lavoura do Brasil? Diga aí, seu Lula… Cansei dessa história de facilitar a construção e a compra da casa própria (73% da população, hoje, tem casa própria, segundo pesquisas recentes do IBGE). E os coitados que vivem de cobrar aluguéis? O que será deles? Cansei dessa palhaçada da desvalorização do dólar. Agora, qualquer um tem MP3, celular e câmera digital. Qualquer umazinha, aqui do prédio, vai passar
férias no Exterior. É o fim…

Vou votar no Serra. Cansei, vou votar no Serra, porque quero de volta as emoções fortes do governo de FHC, quero investir no dólar em disparada e aproveitar a inflação. Investir em ações de Estatais quase de graça e vender com altos lucros. Chega dessa baboseria politicamente correta, dessa hipocrisia de cooperação. O motor da vida é a disputa, o risco… Quem pode, pode, quem não pode, se sacode. Tenho culpa eu, se meu pai era mais esperto que os outros para ganhar dinheiro comprando ações de Estatais quase de graça? Eles que vão trabalhar, vagabundos, porque no capitalismo vence quem tem mais competência. É o único jeito de organizar a sociedade, de mostrar
quem é superior e quem é inferior.

Eu ia anular, mas cansei. Basta! Vou votar no SERRA. Quero ver essa gentalha no lugar que lhe é devido. “Quero minha felicidade de volta.”
Estou com muito MEDO. Chega! Assim está DILMAIS.

Written by ruybarataneto

21/10/2010 at 6:26 pm

Publicado em Humor, Política

Marina Silva: descolamento do fisiologismo verde

leave a comment »

Luis Inácio Lula da Silva, a partir de 2005, precisou descolar sua imagem do partido que fundou: o PT. Lula, para manter-se no cargo de presidente e vencer eleições, em 2006, precisou a ser visto como o grande líder do país e não mais apenas como um presidente petista. O descolamento da sua imagem partidária foi necessária como superação dos escândalos descortinados até 2007 — primeiro o “mensalão”, que levou a queda do Chefe da Casa Civil, José Dirceu, e do tesoureiro do PT, Delúbio Soares; depois as suspeitas de acertos “ilícitos” que recaríram sobre o então Ministro da Fazenda, Antonio Palocci; e ainda, mais tarde, a descoberta do “Valerioduto”. 

Algo similar acontece hoje com Marina Silva, guardadas, claro, as devidas proporções. Ela, para manter seus eleitores, precisa se despregar do partido que representa: o PV. E será assim que emergirá como líder político independente da sua legenda. Isso começa a ficar mais claro hoje. Em matéria publicada hoje (7) pela Folha de S. Paulo, a candidata criticou a postura de correligionários em tender apoio partidário ao PSDB em troca de cargos em um possível governo tucano. “Quatro ministérios pro PV?… Caramba! Do jeito que tem gente aí, basta pensar num conselho de estatal, já estaria muito bom. Certo? Tem esse tipo de mentalidade”, disse ela. E completou: “Quem estiver oferecendo cargo não entendeu nada do que as urnas disseram. As pessoas que votaram na gente […] têm uma coisa de postura, de valores que foi identificada. Isso deve ser mantido como referencial”.

Lula tirou do Governo Palocci e Dirceu. Chamou para si as rédeas do governo. Ganhou aprovação como líder até exceder-se nesta posição causando estragos na campanha de sua candidata Dilma Rousseff. Foi o que culminou até no crescimento dos votos de protestos em prol de Marina Silva. Por outro lado, esses eleitores não apenas estavam protestando ao votar na Marina, mas sim também acreditando no discurso de renovação política que ela defende.

Marina teve como vice um empresário: Guilherme Leal (dono da Natura). Lula, em 2002, ascendeu à presidente com uma chapa com José de Alencar, conhecido empresário do setor têxtil. A parceria deu certo. A diferença é que a dupla, Marina e Guilherme, aparece fiel ao seu discurso e continuará nele pelos próximos quatro anos, perído em que, para mim, irão adquirir capital político e experiência para chegar ao governo.

O que está acontecendo agora é que eles convidam o público para participar deste processo, nada imediatista. A presença dos eleitores neste debate é fundamental para uma eleição de 2014 limpa e consciente.

Marina é a evolução do Lula de 2002! E um passo importante para a evolução da democracia do país.

Written by ruybarataneto

07/10/2010 at 2:58 pm

Publicado em Política

Felipão no Palmeiras: marcas aparecem mais que o time

leave a comment »

Luiz Felipe Scolari foi anunciado oficialmente hoje como o novo técnico do Palmeiras. Um detalhe curioso foi que pela primeira vez em cerimônias do tipo ficou evidente o peso que as novas marcas patrocinadoras da equipe tiveram na contratação do técnico — normalmente a grande voz nas apresentações dos grandes craques são os dirigentes do clube. Do Palmeiras estavam: o presidente, o economista Luiz Gonzaga Belluzzo, o vice, Gilberto Cipullo, e diretor de marketing, Rogério Dezembro, e só. De resto: o presidente da Parmalat, Fernando Falco, o diretor de negócios da Unimed Seguros, Mauri Raphaelli e o presidente do banco português Banif, Júlio Rodrigues. Estes acabaram aparecendo  como a cereja do bolo para que Felipão decidisse voltar ao Palestra Itália, onde atuou entre 1997 até 2000.

Não foi à toa que técnico fez questão de caprichar no merchandising. “Quero agradecer ao Banif que recebeu a mim e a minha família muito bem em Portugal”, disse Felipão. “A minha mãe de 83 anos é cliente da Unimed e ela esta muito bem hoje de saúde”. “Com a Parmalat sempre tive uma ótima convivência nos anos em que ela patrocinava o Palmeiras enquanto eu era técnico”. (Foi uma citação mais breve até porque a estrutura da Parmalat é hoje completamente diferente do que naqueles tempos já que neste ano a companhia foi adquirida pela Leitbom, empresa controlada pela GP Investimentos).

A importância das empresas para a equipe ficou bem evidente na propriedade que o Palmeiras criou para aumentar a exposição dos seus parceiros. A diretoria de marketing costurou uma camiseta exclusiva para o técnico. O uniforme, ao invés de verde, é branco; e tão cheio de logomarcas quanto macacão de piloto de fórmula 1.

É o que torna evidente o fato de que o trabalho de longo prazo de Felipão com o Palmeiras, o que esta na perspectiva da diretoria do clube, depente eminentemente de quanto as marcas envolvidas no projeto puderem pagar. Os contratos de patrocínio foram assinados com prazo máximo de 12 meses. Quando esse período chegar ao fim e não houver renovação de patrocínio — o que acontece pelas idiossincrasias do futebol — duas coisas podem acontecer: ou Felipão se aposenta ou vai treinar a seleção.

Written by ruybarataneto

15/07/2010 at 8:55 pm

Publicado em Futebol

Datena na Playboy: todos os jornais são populares

leave a comment »

O polêmico apresentador José Luiz Datena encerra a sua entrevista para a Playboy deste mês como uma crítica de deveria funcionar como um “choque de realidade” para a imprensa brasileira. O repórter da revista perguntou: “Datena, você fica deprimido depois de apresentar o Brasil Urgente [seu programa na Band]?”. A resposta: “Não. Ou eu ficaria deprimido assistindo o Jornal Nacional, o Jornal da Band ou ouvindo rádio de manhã…”.

Depois de uma certa digressão na continuidade da resposta, Datena emendou citando o exemplo do seu furo mais recente. Ele gravou, com exclusividade, a entrevista na qual José Serra (PSDB) assumiu pela primeira vez que seria candidato a presidência – embora todos já soubessem que o tucano entraria na disputa eleitoral, o anúncio foi importante porque há algum tempo Serra vinha embromando falar do assunto abertamente.

Eu mesmo ouvi, no dia em que a entrevista foi ao ar, muitos comentários do tipo: “Porra, mas o Serra anunciou a candidatura pro Datena?” (seguidos daquela risada depreciativa no final). Na entrevista à Playboy, o apresentador citou uma pergunta mais ou menos parecida que lhe fizeram na época: “Por que o Serra falou com você e não com William Bonner?”

Os meios pelos quais Datena conseguiu a entrevista, aqui, são irrelevantes. Mas o que precisa ser destacado é que o apresentador poderia ter resgatado seu currículum de jornalista experiente para justificar o merecimento da exclusiva ou mostrar como a conseguiu. Mas não. Datena foi “popular” como sempre: “É uma questão de física, porra. Quem estava lá era eu e não o William Bonner”. E completou:

“O apresentador popular é sempre colocado pela grande imprensa como subproduto. Eu acho gozado isso porque jornal não é uma confraria do Jean-Paul Sartre com os amigos dele. É feito pro povo, como televisão. Todos nós somos populares. É uma classificação idiota”.

Provavelmente o Serra e uma grande parte da sociedade concordam com o Datena.

Written by ruybarataneto

14/07/2010 at 8:16 am

Publicado em Imprensa, Mídia, Política

Espanha Campeã do Mundo: previsão fará Polvo Paul perder a virgindade?

leave a comment »

A Espanha acaba de conquistar seu primeiro título mundial de futebol da história, mas a pergunta que fica é: o que o polvo Paul ganhará pelas suas previsões? O bicho acertou a vitória da seleção espanhola sobre a Holanda firmando-se como o Oráculo da Copa. Ele acumulou 100% de acertos ao longo do torneio. A expectativa agora é saber se o seu desempenho no futebol lhe garantirá um destino mais feliz. Segundo o jornal alemão Bild, o bicho já tem dois anos e meio de idade, apenas seis meses menos do que especialistas afirmam ser o tempo médio de vida de um polvo. E, até agora, Paul nunca teve relações sexuais. Coitado. Será que Paul gozará desse privilégio antes de morrer?

Engana-se quem pensa que a trajetória de Paul foi fácil. O molusco marinho, que é alemão, foi corajoso ao apontar a vitória da Espanha sobre a sua própria seleção na semi-final da Copa. Em seguida, pulou o caldeirão acertando o terceiro lugar para seu time — imagina o que faria o dono do bar do aquário em que Paul vive diante de uma previsão errada contra o Uruguai? Como se tudo isso não bastasse, nesta partida final, Paul competiu com um desafiante: o periquito Mani, de Cingapura. A ave chegou apontado vitória para a Holanda. 

Ou seja, por todas estas intempéries, é mais do que justo uma boa noite de núpcias a Paul, acompanhada é claro de um bom tratamento médico, afinal, Paul já esta velhinho.

Written by ruybarataneto

11/07/2010 at 7:02 pm

Publicado em Futebol, Mundo animal

Copa 2014: o primeiro evento oficial foi de Lula

leave a comment »

Daqui a seis meses, Luis Início Lula da Silva não será mais presidente. Mas acho que ele nem se importa tanto com o fato de deixar o poder. O “Lulinha paz e amor” sabe que coleciona incontáveis momentos que dificilmente serão esquecidos pelo brasileiro. O mais recente deles foi o primeiro evento oficial da Fifa para o Mundial de 2014 no País, realizado na quinta-feira, 8, em Joanesburgo na Africa do Sul. A cerimônia  serviu para a apresentação da tão esperada logomarca do torneio (que, inclusive, já havia vazado na internet, mas eu me recusava em acreditar que era aquela taça “mediúnica”).

Ainda que o evento contasse com o “casal bonitão” Rodrigo Hilbert e Fernanda Lima, e fosse animado pelo bom grupo Barbatuques (que tira som de tudo quanto é parte do corpo), foi ele, sempre ele, quem chamou mais atenção. Parece que o presidente não se contém diante de um microfone. Logo que começou a apresentação um cara tuitou: “Lula no palco. Começou o stand-up comedy”. Maldade.   Leia o resto deste post »

Written by ruybarataneto

10/07/2010 at 2:32 pm

Publicado em Futebol, Humor, Política

Marina Silva e Frida Khalo: confundidas no Google

leave a comment »

A candidata a presidencia da república, Marina Silva (PV) pode não ter nenhuma semelhança com a famosa artista mexicana Frida Khalo. Mas elas, definitivamente, têm algo em comum: o Google. Na terça-feira passada, dia 6, começou oficialmente a campanha eleitoral nas ruas e na internet. Ao mesmo tempo, comemorava-se o aniversário de 103 anos de nascimento da pintora. O Google criou um dos seus famosos “Doodles” em homenagem a Frida e um dos cabos eleitorais de Marina, o @cesarpaulo, logo tratou de lhe mandar uma menagem no Twitter: “Me assustei na hora que abri o Google e vi a cara da Marina Silva lá”. E ele não tinha razão?

Written by ruybarataneto

10/07/2010 at 1:24 pm

Publicado em Humor, Política